O Canivete Films

O Nascimento de uma Nação

O Nascimento de uma Nação(1915) dirigido por D. W. Griffith, um polêmico, mas inesquecível clássico do cinema americano. Até hoje causa discussões por conta do seu conteúdo racista colocando a Ku Klux Klan como a responsável pela restauração da política e do estilo de vida do sul após a derrota na guerra.
As sequências de batalhas são esplêndidas, ponto alto de um grande filme prejudicado por sua perspectiva política racista. Nenhum outro filme havia tido tamanha repercussão, o que garantiu a Griffith o título de “pai do cinema.
Esta foi a primeira grande produção cinematográfica, utilizando-se de todas as técnicas e recursos possíveis da época servindo de base para a criação da indústria cinematográfica de Hollywood.
Foi o primeiro filme a ser exibido na Casa Branca, para o presidente americano da época Woodrow Wilson.
Polêmicas à parte, o filme conta também com dois grandes diretores no elenco, Raoul Walsh e John Ford e vem sendo escola de cinema para muita gente neste últimos 94 anos de história!
O roteiro retrata a história de bons e pacíficos americanos do Sul do país que são obrigados a confrontar o Norte, onde é grande a influência negra. Os negros (interpretados por homens brancos maquiados)por sua vez, são retratados como homens maus, ávidos por mulheres brancas e pelo poder. No fim do filme, uma mocinha branca é salva das mãos dos negros por um branco, que é membro da Ku Klux Klan. Os dois se casam, celebrando simbolicamente o nascimento da nova nação.